Categoria: Saude

Esteja atento as suas emoções.

Talvez hj, faça mais um ano que alguém que vc conheceu se suicidou, ou talvez, há um mês, uma semana, uma hora …
Suicídio, é uma palavra que tem sido mencionada com muita frequência em nossos dias.

Minha conscientização é que VOCÊ PARE AGORA, de achar que suas emoções não devem ser notadas, vistas, tratadas e assistidas.
PARE de ficar desabafando com seus amigos de faculdade, em grupos de auto ajuda, com quem não tem a mente preparada para te ouvir, ou te ajudar a passar por este processo doloroso contigo.

Muitas vezes reclamamos que não temos dinheiro para fazer terapia, ou buscar ajuda de um profissional. Será que é falta de dinheiro ou de comprometimento consigo mesmo ?

Reflita onde vc está investindo seu dinheiro.

Alguns num único fds consomem fast foods, bebidas alcoólicas, refrigerantes, cigarros, narguiles, enfim, dinheiro este que poderiam estar sendo investido em seu desenvolvimento pessoal, tratando a ansiedade, depressão, pensamentos suicidas e aí sim depois que vc estivesse com seu emocional equilibrado, estariam tendo melhor aproveitamento destes momentos entre amigos, familiares e até mesmo sozinho, qd estivesse com a mente no AGORA.

Não deixe mais seus monstros internos crescerem. Cuide-se com amor. Dê atenção ao que suas emoções estão querendo dizer.

Busque ajuda emocional!

Fale comigo, eu posso te ajudar, se vc se comprometer a deixar as duas pizzas e a coca cola deste final de semana de lado.

Abraços, Valdirene Oliveira
NOVANCORA (Falando sobre Ansiedade, Depressão, Panico)
Novancora

Comente com Seu Facebook

Depressão e a fé cristã

O que fazer com a fé cristã quando estamos em depressão?

Qual o momento para procurar ajuda?

A sua fé não é suficiente para curar a sua depressão?

São algumas duvidas que toda pessoa que pratica a fé cristã acaba sendo confrontada. Algumas pessoas por não entenderem o que é a depressão e como ela funciona associa ela com algum problema espiritual.

Ouça o audio abaixo e observe que uma coisa é voce encontrar a solução conversando com um psicólogo ou terapeuta, a cura pela fala segundo Freud, porem em alguns casos é necessário o auxilio de remédio. E isso acontece porque precisamos equilibrar a química do cérebro, dopamina, endomorfina, serotonina, noradrenalina.

Remédio não resolve culpa, não resolve problemas. Tomar remédio vai te deixar bem para poder lidar com seus problemas.

Procure um profissional adequado. Ouça as pessoas que te amam. Se ame. Procure ajuda.

Comente com Seu Facebook

Toda CURA é sempre uma AUTOCURA

“Sim, o corpo fala. coisas fazem sentido:

A dor na “alma” gera a dor física, a doença…
Por isso é importante cuidar das emoções…
Não trate apenas dos sintomas, tentando eliminá-los sem que a causa da enfermidade seja também extinta.

A cura real somente acontece do interior para o exterior…

Sim, diga a seu médico que você tem dor no peito, mas diga também que sua dor é dor de tristeza, é dor de angústia.

Conte a seu médico que você tem azia, mas descubra o motivo pelo qual você, com seu gênio, aumenta a produção de ácidos no estômago.

Relate que você tem diabetes. No entanto, não se esqueça de dizer também que não está encontrando mais doçura em sua vida e que está muito difícil suportar o peso de suas frustrações.

Mencione que você sofre de enxaqueca, todavia confesse que padece com seu perfeccionismo, com a autocrítica, que é muito sensível à crítica alheia e demasiadamente ansioso.

Muitos querem se curar, mas poucos estão dispostos a neutralizar em si o ácido da calúnia, o veneno da inveja, o bacilo do pessimismo e o câncer do egoísmo.

Não querem mudar de vida …. Procuram a cura de um câncer, mas se recusam a abrir mão de uma simples mágoa.

Pretendem a desobstrução das artérias coronárias, mas querem continuar com o peito fechado pelo rancor e pela agressividade.

Almejam a cura de problemas oculares, todavia não retiram dos olhos a venda do criticismo e da maledicência.

Pedem a solução para a depressão, entretanto, não abrem mão do orgulho ferido e do forte sentimento de decepção em relação a perdas experimentadas.

Suplicam auxílio para os problemas de tireoide, mas não cuidam de suas frustrações e ressentimentos, não levantam a voz para expressarem suas legítimas necessidades. Imploram a cura de um nódulo de mama, todavia, insistem em manter bloqueada a ternura e a afetividade por conta das feridas emocionais do passado.

Clamam pela intercessão divina, porém permanecem surdos aos gritos de socorro que partem de pessoas muito próximas de si mesmos.

Deus nos fala através de mil modos; a enfermidade é um deles e, por certo, o principal recado que lhe chega da sabedoria divina é que está faltando mais amor e harmonia em sua vida.

Toda CURA é sempre uma AUTOCURA….

Dr. André Luiz

Comente com Seu Facebook

%d blogueiros gostam disto: