Melhor Escolha

As pessoas fazem a melhor escolha que podem no momento. No artigo ESCOLHAS  falamos sobre a importância de ampliar nosso numero de escolhas e de como isso pode nos ajudar a sermos melhor. Mas hoje, vamos entender que as pessoas fazem a melhor escolha que podem naquele momento. E que não tem nada errado nisso, que é apenas o melhor que ela pode fazer e assim foi comentado no artigo EXPECTATIVA X REALIDADE não podemos julgar as pessoas pela escolha que elas fizeram.

É importante respeitar as sua próprias escolhas e as dos outros como sendo a melhor possível naquele determinado momento. Se você tivesse passado pela mesma historia que ela, tivesse tido a mesma educação, crescido no mesmo bairro, tido o mesmos amigos provavelmente você agiria da mesma forma. E mesmo que você tomasse uma decisão diferente isso não te faz melhor do que ninguém. Apenas te faz diferente.

Pensar que você é melhor por encontrar uma “solução” diferente não o faz superior nem inferior. O que não se pode fazer é condenar as pessoas pelas escolhas que elas fizeram.

Somos todos iguais, apenas temos historias de vida diferentes e são essas peculiaridades que devem ser respeitadas.

Você não conhece a historia de vida por completo e mesmo que tenha acompanhado a pessoa por todo percusso, isso te faz apenas um expectador. Mas só sabe o peso do momento quem vive.

Somente quem passa pela situação sofre a carga emocional de tomar a melhor escolha para aquele momento.

Por outro lado quem toma a decisão precisa pensar um pouco nas pessoas que estão ao seu redor. Porque a sua escolha irá afetar a vida de todos.

Mesmo que você tenha todos os motivos para tomar a sua decisão, procure verificar se ela não vai ferir alguém importante para você.

Por mais que somente você esteja vivendo por isso, provavelmente alguém esta sendo ferido pela sua escolha. E isso é normal. Não viemos ao mundo para agradar a todos. Mas temos como objetivo principal viver em harmonia com quem escolhemos viver ao nosso lado. Se não fosse assim, porque nos daríamos ao trabalho de ter alguém conosco?

Vamos pensar em um casal onde o rapaz bebe e a moça não bebe. Mas o fato do rapaz beber incomoda muito a moça, e mesmo com muita conversa, muito tempo para adaptação o rapaz continua a beber deixando a moça mais chateada toda vez que isso acontece.

Ambos fizeram uma escolha de permanecer junto e lutar para construir uma vida. Talvez tiveram seus filhos, sua casa, mas infelizmente por causa da bebida a vida sexual do casal anda meio devagar e quando acontece não satisfaz a mulher. Deixando-a vulnerável.

Nesse exemplo todos os dias ambos fazem escolhas. Ele de continuar bebendo só mais uma latinha e ela escolhe esperar mesmo que isso lhe custe algumas lagrimas e desejos não saciados.

Isso também acontece muito ao inverso e com outros exemplos possíveis. Não importa qual seja a situação. Ambos fazem a melhor escolha no momento.

Ele faz a melhor escolha que é continuar bebendo, talvez por desinformação ou por uma depressão escondida.

Ela também faz a melhor escolha no momento que é suportar aquele cenário onde vê a pessoa que ama se degenerando.

De qualquer forma não cabe a nenhum dos dois julgar o outro e nem a mim ou a você tentar fazer isso.

Cabe somente a eles resolverem essa situação que pode durar alguns anos ate que ele entre em quadro clinico cronico ou ela se canse de forma irremediável e decida ir embora deixando o relacionamento para trás.

Independente da escolha de cada um. Cabe a eles e nós que estamos de fora aceitar a decisão.

Dizer o que faria não vai ajudar em nada, só vai mostrar o quanto isso te incomodou. E de fato isso não ajuda em nada. Nem a você muito menos para quem esta vivendo o momento.

A decisão de partir ou de procurar ajuda são deles. Apenas de quem esta vivendo o momento.

Você pode escolher hoje e daqui um tempo pensar que a decisão não foi boa. Fique tranquilo, a sua decisão foi a melhor possível. Com o tempo amadurecemos e aprendemos coisas novas. E podemos mudar nossa opinião com relação a algumas coisas. E isso não faz de nos inferiores ou superiores. Isso só mostra que podemos aprender com o tempo. E que estamos tirando lição dos momentos difíceis que enfrentamos na vida.

Daqui 5 ou 10 anos você pode olhar para traz e pensar que errou em algum momento. Mas isso sera apenas um peso a mais para sua mente.

Você precisa entender que realmente fez o melhor que pode naquele momento.

 

 

 

The following two tabs change content below.
Natã Campos
Sou Aprendiz de Liberdade e busco ser melhor pai, melhor marido, melhor amigo, melhor profissional e te desafio a buscar a melhor versão de si mesmo todos os dias. Amante da musica e sempre em busca de conhecimento que agregue valor. Empreendedor Digital, Palestrante e Psicoterapeuta.

Comente com Seu Facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: