Voce sabe realmente o que é pompoarismo?

O pompoarismo é aquele conhecido movimento de contração e relaxamento da região vaginal da mulher. Por mais que o senso comum afirme que é uma ação com finalidade de proporcionar mais prazer para o parceiro na hora da penetração, essa máxima é abrangente demais para tomarmos como correta. Vamos aprender para que serve o pompoarismo, suas capacidades de estímulo sexual e benefícios extras? Vem comigo!

  1. O que é pompoarismo
  2. Quais são os benefícios para a saúde da mulher
  3. Quais são as principais formas de praticar

3.1. Praticando em casa
3.2. Praticando na rua

  1. Extra: Pompoarismo masculino
  2. Conclusão

O que é pompoarismo

Arte milenar oriental originária do dialeto tâmil – do sul da Índia, significa movimento voluntário dos músculos vaginais. O ato de pompoar fortalece os músculos vaginais e aumenta o prazer na prática sexual, tanto para o homem quanto para a mulher.

Durante a prática da ginástica íntima, são exercitados os músculos que sustentam alguns órgãos como bexiga, uretra, útero e o reto. Com o exercício regular, a mulher ganha uma musculatura mais preparada do assoalho pélvico e é capaz de se movimentar de forma mais precisa e consciente.

A prática do pompoarismo tem a mesma origem da massagem tântrica, os dois vem do tantra e fazem parte da filosofia comportamental à prática de yoga. Na Tailândia, por exemplo, muitas meninas são iniciadas na prática desde cedo. No país que dá o nome às bolinhas mais comuns na prática do pompoarismo, as noivas que tem mais habilidades de pompoar recebem dotes mais altos quando estão prestes a casar.

 

 

Quais os principais benefícios para a saúde da mulher

Os benefícios dessa prática vão muito além do prazer sexual: as mulheres podem diminuir cólicas, reduzir sintomas de TPM e menopausa, auxilia no parto natural, entre outros que vamos ver a seguir.

Diminui as cólicas menstruais

Você já pode imaginar que as cólicas menstruais são contrações involuntárias do útero expulsando os coágulos de sangue. O ato de pompoar aumenta o fluxo de sangue na região vaginal, o que naturalmente evita a formação desses coágulos e diminui a dor e os incômodos causados durante a menstruação.

Reduz sintomas de TPM e menopausa

A produção hormonal sofre influência direta da movimentação dos músculos vaginais, o que acaba aliviando os sintomas da TPM. Da mesma forma, essa movimentação aumenta a lubrificação natural da mulher, evitando o ressecamento e diminuição da libido durante a menopausa.

Auxilia no parto natural

Ter o domínio da prática de contração e relaxamento auxilia na expulsão do bebê durante o parto natural. O controle da musculatura pélvica é essencial para facilitar, inclusive, na recuperação do pós-parto.

Diminui a flacidez vaginal

A flacidez vaginal é mais comum em mulheres da terceira idade, mas pode acontecer a qualquer tempo principalmente porque todo mundo sofrerá um dia com a ação da força da gravidade. A falta de colágeno, hidratação e exercícios da musculatura interna são fatores que têm influência direta na ação citada.

Além desses fatores, todas as mulheres que têm vida sexual ativa sofrem com desgastes provenientes do ato. O pompoarismo age, então, como uma forma de fortalecimento e sustentação da região vaginal da mulher e combate esse sintoma de flacidez.

Aumento da libido

A parte que mais anima é essa: as contrações e relaxamentos da vagina aumentam a lubrificação e a excitação da mulher. Pompoar pode proporcionar orgamos múltiplos e mais profundos. Além de excitar-se, a mulher aumenta o prazer do parceiro quando durante a penetração. Ela pode simular a virgindade e brincar com o aperta e solta.

 

Quais são as principais formas de praticar

Praticando em casa

O primeiro passo para praticar o pompoarismo em casa é trabalhar o relaxamento da musculatura vaginal. Para tal, você precisa começar esvaziando toda a sua bexiga: urine até a última gota de xixi e depois se acomode em um local confortável.

Contraia bem calmamente a musculatura vaginal. Bem devagar faça o movimento parecido com o de quando você está segurando a urina – após a contração leve, force o relaxamento intensamente, imaginando o momento de expulsão da urina.

Depois de repetir o exercício continuamente durante 10 vezes seguidas, dê um pequeno intervalo de meio minuto e comece novamente. É bom que você faça entre 5 a 10 vezes diariamente.

  • Senta e relaxa: a melhor forma de alcançar o ritmo perfeito é fazer os exercícios musculares da vagina junto com movimentos de quadril. Não é tão simples quanto parece, mas você consegue. Sente-se numa cadeira e movimente-se para frente e para trás, depois de um lado para o outro. Quando esse movimento estiver fluindo bem, inicie as contrações e relaxamentos vaginais. É legal que durante esse exercício você busque sentir toda a extensão da sua vagina – tente frequências diferentes e force para sentir as diferentes musculaturas.

Outra forma de praticar em casa é utilizar bolinhas tailandesas. Para fazer o uso desse acessório é necessário entender sobre o seu corpo antes, por isso exercite-se bastante antes de querer ser expert no produto. Com a prática constante dos exercícios de fortalecimento, você conseguirá em pouco tempo atingir um nível alto de experiência com as bolinhas. Para isso você precisa ter a consciência corporal.

Praticando em qualquer lugar

O pompoarismo é melhor do que qualquer academia: você pratica exercícios e não transpira visivelmente, nem precisa estar em um lugar específico para dedicar-se unicamente àquilo. Mas como citei acima, certifique-se de que a sua bexiga está totalmente vazia para colocar em prática as técnicas e evitar qualquer acidente ocasional.

Além das técnicas citadas acima, você pode adicionar a sua lista de prática – em qualquer lugar – o exercicio de sincronia entre respiração e contração. Você pode estar em qualquer lugar que esteja confortável para você,só precisa conquistar a coordenação motora.

Inspire enchendo seus pulmões de ar e ao soltar, contraia a sua musculatura vaginal. O movimento precisa estar sincronizado. Repita de forma contínua até conseguir aumentar o ritmo e a precisão da simultaneidade dos movimentos.

A hora é agora

Agora que você já sabe algumas das técnicas mais comuns de praticar o pompoarismo, você pode começar a agir constantemente durante o seu dia. Uma ótima forma de manter-se ativa é colocar lembretes em lugares estratégicos.

Invente um código, ninguém precisa saber que é hora de pompoar, mas precisa ser um código claro para você se lembrar. Um lembrete funcional são os adesivos: você cola alguns adesivos por lugares que costuma passar e sempre que se deparar com eles, você inicia as contrações. Vamos supor que você colou um adesivo ao lado da televisão. Quando você passar o olho pelo adesivo, faça 5 repetições de sincronia de respiração e relaxamento. Ou outro exercício que preferir.

Você pode estabelecer regras também para quando estiver em lugares entediantes ou com rotina monótona: se estiver na fila do banco, na sala de espera de um médico, no trabalho em momento de estresse. O importante é lembrar-se e permitir-se relaxar.

Ah, é claro: você não pode se esquecer de praticar pompoarismo com o seu parceiro. Ele vai adorar sentir os movimentos musculares da sua vagina e você vai conquistando cada vez mais o poder na cama.

 

 

 

Extra: Pompoarismo masculino

O pompoarismo praticado por homens promete aumentar a durabilidade da ereção e proporcionar orgasmos mais profundos e prazerosos. O aumento da circulação de sangue na região do pênis acarreta também num ótimo desempenho sexual, mais vigor e sensibilidade.

Os pubiococcígeos, músculos estimulados pelo pompoarismo masculino, ficam entre o pênis e o ânus. Uma das formas de praticar o exercício do pompoarismo masculino é ficar em pé e nu na frente do espelho contraindo e relaxando o mesmo músculo que interrompe a urina. É necessário observar os movimentos do pênis: quanto mais robustos forem os movimentos, mais fortalecidos estarão os músculos.

Conclusão

O pompoarismo, então, é um ato que precisa ser encarado como necessário para a saúde viril de homens e mulheres em qualquer idade. O exercício vai ajudar a controlar consequências provindas da idade, experiências mal resolvidas no sexo, aumentar o prazer, qualidade e quantidade de orgasmos.

Além de praticar individualmente, vale contar com a parceria em casal e também com produtos eróticos que auxiliam no exercício da musculatura. Aposte em bolas Ben-wa (tailandesas), vibradores e cones vaginais.

Fonte: blog.sensueel.com.br

The following two tabs change content below.
Natã Campos
Sou Aprendiz de Liberdade e busco ser melhor pai, melhor marido, melhor amigo, melhor profissional e te desafio a buscar a melhor versão de si mesmo todos os dias. Amante da musica e sempre em busca de conhecimento que agregue valor. Practitioner em PNL, Empreendedor Digital, Palestrante e Psicoterapeuta.

Comente com Seu Facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: